quarta-feira, 1 de março de 2017

BRASIL TERÁ DUAS MAIORES USINAS DE ENERGIA SOLAR DA AMÉRICA LATINA.

Fonte:canindesilva.

Foto: divulgação
Extreme - O Brasil vai abrigar ainda neste ano a primeira e a segunda maiores usinas de energia solar da América Latina. A maior delas está sendo concluída no Estado do Piauí, a 377 quilômetros da capital, Teresina. Assim que a usina Nova Olinda começar a funcionar – provavelmente em julho – ela terá capacidade de 292 megawatts e poderá abastecer 300 mil residências com energia limpa.

 A obra está sendo tocada pela empresa italiana Enel S.P.A, por meio de sua subsidiária Enel Green Power Brasil. A companhia foi a vencedora do leilão de energia solar promovido pelo governo brasileiro em agosto de 2015. A obra está estimada em US$ 300 milhões, o equivalente a quase R$ 1 bilhão, de acordo com a companhia.

Segunda maior

A Usina de Ituverava, na Bahia, é outro projeto assinado pela empresa italiana de energias renováveis Enel Green Power e deverá ficar pronta antes. A direção da empresa prevê iniciar sua produção “em poucas semanas”, disse este mês o presidente da empresa, Francesco Venturini, em uma rede social.

A usina começou a ser construída em dezembro de 2015 na cidade de Tabocas do Brejo Velho, a 800 quilômetros de Salvador e também promete estar a todo vapor agora em 2017. Com capacidade de 254 megawats, a produção anual de energia da Usina de Ituverava deve ser de 500 GWh (gigawatts/hora) de eletricidade.

Ela deverá receber investimentos totais de cerca de 1,2 bilhão de reais, ou 400 milhões de dólares. A ideia é que o empreendimento possa ajudar a suprir, de forma sustentável, o aumento da demanda energética do Brasil, que deve subir em média 4% ao ano até 2020.

             Blog São Tomé na Mídia.
                  Lhe informando melhor. 



EmoticonEmoticon

Arquivo do blog