sábado, 1 de abril de 2017

Sai a primeira condenação de Eduardo Cunha. Portas para delação?

Tags

Fonte:blog.tribunadonorte.
O juiz federal Sérgio Moro condenou o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) a 15 anos e 4 meses de reclusão por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e evasão fraudulenta de divisas.

É a primeira condenação contra o ex-parlamentar no processo da Lava Jato. Preso em outubro de 2016, no Complexo Médico-Penal em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba (PR), sob a acusação, pelo Ministério Público Federal, de receber propina de contrato de exploração de Petróleo no Benin, na África, e de usar contas secretas na Suíça para lavar o dinheiro. Teria recebido cerca de US$ 1,5 milhão.

“Surgiram elementos probatórios de que o caso transcende a corrupção – e lavagem decorrente – de agentes da Petrobrás, servindo o esquema criminoso para também corromper agentes políticos e financiar, com recursos provenientes do crime, partidos políticos”, declarou Sérgio Moro.

Atenta que Cunha por exercer poder de influência política.

Com a condenação, a saída para Eduardo Cunha diminuir o tempo de reclusão pode ser a deleção premiada, que alguns falam em tão explosiva quanto a da Odebrecht.


            Blog São Tomé na Mídia.
                 Lhe informando melhor.


EmoticonEmoticon

Arquivo do blog