terça-feira, 13 de junho de 2017

Crônica: Gestão Pública.

Tags

Foto: reprodução
Vivemos momentos difíceis na economia Brasileira. Porém, vemos que muitos prefeitos usam desse suptefugio para fazer pouco ou quase nada por sua cidade.

Aí onde está a questão, temos cidades parada no tempo no âmbito administrativo. E o que observamos é gestores sendo ovacionado apenas por está com folhas de pagamentos em dia, como se isto fosse um favor, pois sabemos que é uma obrigação. Isso se torna uma coisa boa, "sim", pois com pagamentos em dia o funcionário​ público tem suas contas pagas em tempo hábil, mais com isso nenhum gestor está distribuindo favores e sim fazendo comprir seu papel como agente desenvolvedor de uma sociedade coletiva.

Porém acredito que isso não leva um gestor a se formentar como um bom ou ótimo administrador público. Por simplesmente pagar em dia. Quando se dar prioridade à uma determinada área e menospreza outras, como por exemplo; saúde básica, educação e segurança, uma administração desse tipo fica fadada ao fracasso.

Administrar uma instituição pública para meia dúzia de pessoas é muito fácil, pões se dá ao luxo somente em olhar para poucos.

Porem acredito mesmo que o tal administra-se para todos ainda não o habilita como bonzinho ou salvador da pátria. Pois isto é obrigatóriedade, seja de qual sigla política faça parte, fazer vez ao direito do cidadão pagador dos seus impostos.

E assim construir uma sociedade organizada para melhor viverem em conjunto de pessoas. Esperamos que os gestores desse país sejam​ um verdadeiro exemplo de honestidade com o dinheiro público.







EmoticonEmoticon

Arquivo do blog